Foto Adriano Diogo
Buscar:
redessociaisBlogOrkutFacebookTwitterredes2

Governo da reconstrução 2001 - 2002

foto Adriano Diogo

Depois de oito anos de desgoverno, finalmente a cidade de São Paulo se livra do malufismo e elege Marta Suplicy, do Partido dos Trabalhadores, que inicia o governo da reconstrução.

Sua experiência enquanto parlamentar e seu conhecimento dos problemas da cidade foram fundamentais para o governo petista nesses 20 meses de administração. Projetos importantes de sua autoria foram aprovados, após anos de tramitação na Câmara, além da CPI do PAS que finalmente foi instalada.

Suas principais iniciativas:

foto Adriano Diogo

> é de sua autoria a Lei das Piscininhas que determina a construção de reservatórios de água da chuva, para empreendimentos com mais de 500m² de área construída; essa é uma medida de contenção das enchentes e reaproveitamento da água, para fins não potáveis e irrigação do solo;

> acompanhou as obras de drenagem realizadas no Rio Aricanduva, Zona Leste, e construção dos piscinões em seu entorno;

> sua luta contra a poluição provocada pelos incineradores de lixo, resultou na desativação do incinerador Vergueiro;

> apresentação do projeto de lei que cria o Atlas Ambiental de São Paulo, poderoso instrumento de análise das grandes metrópoles, para o planejamento de políticas públicas que objetivem a construção de uma cidade com base nos preceitos do desenvolvimento sustentável;

> em conjunto com a Secretaria do Meio Ambiente, participou da elaboração das leis que criaram a APA - Área de Proteção Ambiental Capivari Monos e o Fundo Municipal do Meio Ambiente;

> encaminhou projeto que cria o Programa Sócio-Ambiental Cooperativa de Catadores de Material Reciclável e visa estimular a geração de empregos e promover a educação ambiental; o programa já está funcionando por meio de um decreto do executivo;

> presidiu a CPI do PAS que apurou desvios de R$1,7 bilhão e responsabilizou dezenas de pessoas - entre elas funcionários públicos e ex-secretários, além de Pitta e Maluf, pelos crimes cometidos no PAS;

> na relatoria do Orçamento de São Paulo para 2002, garantiu que todas as obras definidas pela população, no Orçamento Participativo, fossem mantidas;

> é o principal interlocutor da população nas suas reivindicações pela ampliação da avenida Radial Leste até o distrito de Guaianazes;

> aprovação do Conselho Municipal de Habitação, lei de sua autoria, que tem a função de fiscalizar os recursos financeiros transferidos pelos governos Federal, Estadual e Municipal, além de estabelecer prioridades na política municipal de habitação.

  • Deputado estadual 2005-2013
  • SVMA
  • Governo da reconstrução 2001-2002
  • Oposicao a Maluf 1993-1996
  • Mandato pela Sauude Publica 1997-2000
  • Primeira Legislatura
  • Geologo Sanitarista
  • Movimento Estudantil

Adriano Diogo©Todos os direitos reservados